terça-feira, 16 de agosto de 2011

O "X" dos mapas do tesouro

Todo mapa de tesouro tem um "x" que orienta a localização exata do esconderijo de um bem valoroso. A esse bem valoroso dá-se a denominação de tesouro. 


Quem inventou o "X" dos mapas do tesouro?
Em 1883, Robert Louis Stevenson publicou um clássico da literatura infanto-juvenil intitulado "A Ilha do Tesouro", onde é narrada a estória de piratas em busca de tesouros enterrados. Diz-se que é nesse livro que aparece pela primeira vez o "X" dos mapas. Diz-se também que o estereótipo do pirata com perna de pau e papagaio no ombro, também teria origem nesse livro.

2 comentários:

San_flower disse...

Oi Rui,
Já foi para o inconsciente coletivo, acho que ninguém mais consegue esquecer dessa relação da imagem do pirata safado, ladrão, marcado pela vida dura nos mares, no assalto aos navios. Vi muitos e muitos flimes de piratas, romances caientes nos portos, rapto de mocinhas da sociedade.
Uma delícia.
Até Johnny Depp mantém o clima. :)
Beijos

RUI MOREL CARNEIRO disse...

É isso mesmo Sandra, o termo pirata designa bandido que premedita roubo, edição fraudulenta de algo (cópia mal feita), etc. "Eis o X da questão".
Abração.