quarta-feira, 14 de março de 2012

Corrida de pombos - esporte nacional da Bélgica

Chamada de Columbofilia - a modalidade desportiva relacionada a corrida entre pombos-correios - surgiu na Bélgica em meados do Sec. XIX. É uma competição entre pombos envolvendo velocidades máximas entre 87 km/h e 102 km/h, em distâncias que podem chegar a pouco mais de 1.200 quilômetros. Trata-se da operação em que pombos são levados até ao ponto de libertação, situados a determinada distância da sua casa, para que consigam regressar e as medidas de tempo e distância são feitas entre os dois pontos, de partida e de chegada.

Descendentes de pombos-correios belgas são encontrados em todo o mundo. No Brasil há pelo menos um milhão deles e em Portugal foram catalogados cerca de 6.000.000. A origem dos pombos-correios é fruto da miscigenação de várias raças selvagens que foram domesticadas na região de Antuérpia-Bélgica.

Entre os columbófilos há a seguinte frase: "Um pombo-correio nunca leva. Traz".

Diz-se que a dinastia de banqueiros da familia Rothschild (em Londres) beneficiou-se em receber a notícia antes, da derrota de Napoleão em Waterloo através de seu pombo-correio. Teriam divulgado a vitória de Napoleão e a bolsa caiu, os Rothschild adquiriram quase todas as ações e quando a real notícia chegou eles estavam ricos.

Fontes: http://pt.wikipedia.org/wiki/Columbofilia 
http://www.betoadriano.speedlofts.com 
http://www.loftgest.com -

3 comentários:

Maria Dias disse...

Como sempre uma bela curiosidade...Tenho um amigo Belga e vou comentar com ele sobre.
Como evoluímos hein?E pensar q há muitos e muitos anos as pessoas se correspondiam por pombos correios(principalmente os reis)e eu q tenho saudade de um tempo em q não vivi, imagino como seria receber uma carta de amor de um pombo correio( acho q seria o máximo)hoje essas cartas vem por e-mail mesmo...rs...

Guara disse...

Ótima matéria amigo Rui.
Estou sempre aprendendo por aqui, e torcendo para que continue sempre nos brindando com suas ótimas postagens.
Te agradeço pela visita e o comentário no Blog do Guara.
Um grande abraço.

Arion disse...

Safadinhos esses Rothschild's. Aproveitaram-se da que do Napa para ganhar dinheiro. Mas como o mundo é dos vivaldinos...