quinta-feira, 4 de abril de 2013

Uma pequena viagem com muito sabor

Como tudo é relativo, a diferença está em como queremos que as coisas sejam. Os valores que damos às coisas é que podem divergir. 

O clima não era propício a uma viagem, a luz não era apropriada para fotos, a estrada não é a melhor e a paisagem não é a mais bonita. O trecho não é longo, o roteiro é conhecido, então nada pode ser atrativo a um viajante ou a um turista? 

Depende! depende do espírito do viajante, depende de espírito de viajante. Acabamos descobrindo muita beleza naquilo que antes não chamava atenção.

Guarapuava-PR a Canoinhas-SC, são 300 km que repeti várias vezes. Desta vez eu quis registrar e compartilhar.

  Passando por Pinhão-PR
Parada para admirar a represa do Foz do Areia 
 Plátanos adornando a estrada
Vista geral da cidade de Bituruna-PR
 Parada para observar os donos da floresta
 Subindo o Morro Santa Bárbara em Bituruna
 Parada no Monumento ao Produtor de Vinho de Bituruna
 Ponte sobre o Rio Iguaçu, União da Vitória-PR

 A linha férrea que separa o Paraná de Santa Catarina (União da Vitória-Porto União)
 Porto União-SC
 Comprando pinhão
 Visita a Irineópolis-SC
 Obra do escultor Itacir Bortoloso (Porto União)
Portal de Canoinhas-SC

3 comentários:

Guara disse...

Ótima postagem amigo Rui! Só fiquei intrigado com a foto de Irineópolis-SC. A igreja é mesmo assim, inclinada?
Abraço.

RUI MOREL CARNEIRO disse...

Seu Guará, trata-se de um efeito fotográfico. Abraços.

Wanderley Elian Lima disse...

Adorei as fotos. A paisagem e coisas, mesmo que rotineiras, podem mudar, se mudarmos o modo de enxergá-las.
Abraço