quinta-feira, 8 de outubro de 2009

HANS SILVESTER e a Arte Africana

Há uma discussão a respeito da fotografia. Uns dizem que é arte, outros dizem que não. Eu sou da turma do sim. Sou um rato de exposições fotográficas e ávido por imagens. Tomei conhecimento de um livro que mexe com a sensibilidade "fotográfica" dos mais céticos no assunto: Natural Fashion, de Hans Silvester, e fiquei encantado com as imagens. Ele é considerado "um autor único".

Na região leste da África há um vale na fronteira entre Etiópia, Quenia e Sudão, numa das regiões mais selvagens daquele continente que aloja as tribos Surma e Mursi. Nesse vale, flores e árvores com frutos são abundantes, oferecendo aos nativos um convite à criatividade de decoração corporal.

Essas tribos utilizam folhas, frutos, galhos e corantes extraídos da natureza. É um modo de vida frágil e ameaçado pelo turismo, pelos conflitos políticos e pelo aquecimento global, bem demonstrado no livro.

O que me interessou nesse assunto, não foi exatamente o modus vivendi dessas tribos, mas sim o trabalho fotográfico, já que há conflitos na região e o acesso é difícil, assim como o contato com as tribos é complicado.

Fonte: www.africatodayonline.com - www.blog.piajanebijkerk.com

2 comentários:

San_flower disse...

Olá Rui, você leu nossos comentários no texto anterior?
Você não faz comentários?
Não conversa com a gente, que entra aqui na sua casa e lê o que você escreve, pesquisa?

Fiquei esperando pela troca, acho essencial esse exercício. O que você pensa a respeito?

San

Ery Roberto Correa disse...

Caramba! É difícil demais se esconder neste mundo, não é?

Rui, foi uma satisfação imensa recebê-lo em meu blog. e ainda com esta agradabilíssima surpresa de você também ser blogueiro.

Percebo que continua aficionado da fotografia, claro, não poderia ser diferente. Prrazer eneorme, meu amigo, vamos continuar nos visitando e trocando as belas ideias.

Estou reformulando minha lista de links (blogroll) e tão logo consiga mostrá-la incluirei seu blog.

Forte abraço.