sábado, 10 de abril de 2010

CORNÉLIO PIRES - O Bandeirante da Música Caipira

Cornélio Pires, o caipira iluminado.

“Nascido de um escorregão em hora imprópria da mãe dona Nicota e batizado por engano do padre surdo com o nome de Cornélio, ao invés de Rogério”, esse paulista de Tietê-SP fez a cultura caipira ser reverenciada no Brasil e fora, pela música e pelos filmes.

Jornalista, poeta, contista, cantador e folclorista. Publicou 23 livros, criou uma companhia de teatro e realizou dois filmes sobre o dia-a-dia da gente caipira. Em 1929, através do selo Columbia, representado no Brasil de então por Byington & Company foi o primeiro a gravar no Brasil um LP de músicas caipiras. Gravadora nenhuma queria gravar esse tipo de música. Na época o que fazia sucesso eram canções internacionais, então ele bancou a gravação.

O mundo sertanejo de hoje deve muito a esse “Bandeirante da música caipira”.

Muito embora não seja do meu agrado, respeito o trabalho dos músicos sertanejos, pois é notório o sucesso junto a multidões. É dele também o mérito da divulgação da música sertaneja, com a criação de um Teatro Ambulante e mais tarde de um programa de radio.

Com um acervo de mais de 40 músicas de sua autoria, dois filmes e outros três baseados em suas obras (entre os quais eu destaco “A Marvada Carne”), além de um glossário sertanejo publicado em livro, que podem ser conferidos num museu na cidade de Tietê-SP.

Nasceu em 1884 e Faleceu em 1958. Solteiro convicto e em plena lucidez, morreu aos 74 anos incompletos e foi enterrado de pijamas e descalço, conforme sua vontade.

Fontes:

http://www.violatropeira.com.br/cornelio%20pires.htm

http://www.jangadabrasil.com.br

http://www.widesoft.com.br

Um comentário:

San_flower disse...

Rui, qui delícia isso, viver 74 anos de plena euforia produtiva, ser pioneiro em tanta coisa, validar o sal da terra. Admiro gente que nasce, cresce e deixa algo de real sobre o que viu e viveu.
Beijão
Viva o outono!
San