segunda-feira, 12 de novembro de 2012

Fronteiras

A Revista Superinteressante deste mês tem uma matéria sobre fronteiras, mas o foco conduz a casos curiosos, como a fronteira entre EUA e México onde há uma muralha separando San Diego e Tijuana. Em outras palavras, uma cerca dividindo ricos e pobres. Outra curiosidade está na fronteira India-Paquistão, onde a região da Caxemira é disputada por ambos países, alí a cidade Wagah é dividida ao meio onde existe um enorme portão de ferro, e desde 1959, uma cerimônia militar coreografada é assistida por um grande número de assistentes, em ambos os lados e cada lado quer fazer mais bonito. É uma festa diária. Foi uma decisão acertada quando ambos os lados assinaram um acordo de manutenção de paz, mesmo em se tratando de um barril de pólvora que pode explodir a qualquer momento.
video

Assim como os fazendeiros constroem cercas delimitando suas propriedades e alguns acham que são "donos", certos países se fecham em fortalezas (coisa de humanos). 
Foto: Rui Morel Carneiro
Lendo a revista lembrei de casos como o Brasil, que não tem problemas de relacionamento com seus vizinhos e chega a abusar de suas fronteiras. Um caso de curiosa liberdade em fronteira está entre Brasil e Uruguay onde uma avenida tem a pista de um lado pertencente a Chuí e a pista de outro lado pertencente a Chuy.

Do lado brasileiro, fiquei observando o outro lado onde há free shop e cassino, coisas inexistentes do lado de cá da rua. 

  

Um comentário:

Finito Carneiro disse...

Percebeu que ele citou o Ministro do Andar Tolo na narração?