terça-feira, 14 de outubro de 2008

Um principado dentro da Itália

O principado de Seborga ocupa 14 Km2 e está localizado na Riviera Italiana próximo da França, na Ligúria. Converteu-se em principado no ano de 1079. No ano de 1729 foi vendido ao rei da Cerdeña.

A venda não foi registrada e portanto o Principado de Seborga nunca foi incluído como posse do reino da Cerdeña de maneira oficial. Seborga não foi mencionada no decreto de unificação da Itália nem nos decretos posteriores, sendo assim o principado se considera independente. Dia 21.08.96, Giorgio Carbone proclamou a independência e deu o nome de Principado de Seborga e passou a ser chamado de Príncipe das Tangerinas, por ser um próspero produtor dessa fruta. O Principado possui sua própria bandeira, moedas, selos, passaporte e placas de automóveis.

O governo italiano ignorou a independência, mas seus 362 habitantes adoram a idéia de não pagar impostos ao governo italiano.

O Principado de Seborga é organizado institucionalmente como uma monarquia constitucional, não-hereditária, onde o Príncipe é eleito por sufrágio universal (todas as pessoas maiores votam), ou por aclamação caso houver apenas um candidato. O Príncipe dá as boas vindas aos turistas, principal fonte de renda do Principado. O local é famoso pela qualidade das tangerinas, das quais os súditos de Sua Alteza fazem deliciosas sobremesas, sucos, perfumes, sabonetes, detergentes, desinfetantes e aromatizantes finos.

Em 1998, fui convidado para ser um cidadão seborguense.


Nenhum comentário: